Total de visualizações de página

Páginas

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Janela muito, muito ,muito antiga...


Pessoal não fiquem assustados, mas esta janela realmente foi um achado, ela é uma relíquia, sabe por que? Ela veio de uma casa muito , muito antiga, daquelas que tem a data da época de construção no alto, próximo ao telhado, enfim só pra deixar a boca aberta...a data é de 1925, pode?
Pode!!!!!
Por isso não quis mecher muito nos detalhes e nem criar enfeite pra ela, fiz uma pátina bem básica branca e mais nada, pois só os desenhos em gotas na janela já bastavam, pra mim, foi um prazer tão grande em fazê-la que até o cuidado pra lixar era muito.
Coloquei-a em duas fotos, porque na verdade ela esteve em uma exposição que ficava em um lugar bem alto o que não ajudou muito na hora de fotografá-la, mas teve o seu encanto e foi vendida.
Nossa...! Como gosto de janelas, a sensação que me passa quando as vejo assim jogadas, é que eu posso trazê-las de volta, pois janelas não são mero pedaços de pau, elas quando são abertas nos mostram um mundo que só nossos corações podem ver e sentir, pode ser uma simples vontade de ver como esta o tempo ou até a louca atitude de querer pular e fugir, fugir pra vida, pra correr o mundo, pra ir de encontro ao enamorado ou ao novo, portanto, janelas você escolhe: Podem ser da vida ou quem sabe podem ser da alma.....


  
Postar um comentário